O projeto recorrente, integra a programação do Art in process festival – UFRJ na categoria mídia performativa, como uma publicação artística contínua.

Na filosofia da linguagem performativas são sentenças que não apenas descrevem uma dada realidade, mas também modificam a realidade social que estão descrevendo.